setembro 01, 2016

O que falta em ti


Continua atribuindo-me
A outras e outros
Corpos ou não
Possivelmente eu estraguei meia dúzia de músicas pra você

Continua buscando minha voz
Muitas vezes não tão doce ou afinada
Em meio à multidão silenciosa do seu sentir

Procura meu olhar vagando pela janela
Você não o encontrará mais

De mim fica a lembrança
Em cada canto
Em cada choro e riso e desespero

Em cada disco que nunca tocou
Enquanto dançávamos na sala
Em cada domingo chuvoso que nunca existiu
Em cada detalhe esquecido  

Continua buscando
Você jamais me encontrará
Pois o que falta em ti não sou eu 
   
É você.     

Nenhum comentário:

Postar um comentário